Casa Verde e Amarela

Veja como comprar a casa própria pelo Minha Casa Minha Vida ou Casa Verde e Amarela

O financiamento da casa própria é uma das principais formas de adquirir um imóvel e através de programas como o Casa Verde e Amarela, tudo fica ainda mais fácil. Há muitos anos, o governo brasileiro criou o Minha Casa Minha Vida, um programa que facilitava as condições do financiamento habitacional para famílias mais pobres conseguirem a casa própria.

Publicidade

Esse ano, em 2021, o programa foi substituído pelo Casa Verde e Amarela, que se mantém com o mesmo objetivo de facilitar o acesso a casa própria para as famílias mais pobres, além de também contribuir para que famílias pobres tenham uma melhor qualidade de vida e muito mais conforto.

Se você quer comprar a casa própria pelo Casa Verde e Amarela, confira a seguir todas as informações.

Como funciona o Casa Verde e Amarela

Publicidade

O Casa Verde e Amarela oferece o financiamento habitacional para famílias mais pobres, para que essas consigam obter a casa própria arcando com mensalidades mais baratas e que cabem no seu bolso. As condições, benefícios e método de contratação variam conforme a renda de cada família.

As famílias mais pobres concorrem a casas populares através de um sorteio que geralmente é realizado pela prefeitura municipal de sua cidade em parceria com a Caixa Econômica Federal. Aquelas que forem contempladas, arcam com o financiamento mais facilitado e aguardam a construção do empreendimento.

Famílias com uma renda um pouco superior, podem escolher o imóvel desejado de acordo com o subsídio determinado para a sua renda. O financiamento é feito direto pela Caixa Econômica, e a quantidade de parcelas assim como o valor das mesmas, é definido conforme a renda familiar.

O Casa Verde e Amarela permite o financiamento habitacional na área urbana e rural, e a partir desse ano, também está permitindo o financiamento de imóveis usados. Com o lançamento do novo programa, o governo também inseriu novas ações no programa habitacional, como a possibilidade de reformar imóveis de famílias com uma renda de até R$2 mil e também promover a regularização fundiária para famílias que moram em imóveis e terrenos irregulares.

Financiamento habitacional rural

O financiamento habitacional rural é uma possibilidade desde o tempo do Minha Casa Minha Vida e abrange agricultores familiares e trabalhadores rurais com uma renda bruta anual de até R$78 mil.

Há uma série de definições de acordo com a renda bruta anual da família. As famílias da área rural com uma renda anual de até R$17 mil, recebem subsídios do OGU mediante a devolução de 4% do valor que foi recebido. A família só começa a pagar o financiamento quando a casa estiver pronta.

Já famílias da área rural cuja renda anual for de até R$33 mil por ano, podem ter até 12 meses para construir ou reformar, com uma taxa de juros de 5% ao ano, podendo contratar um financiamento de até R$30 mil. Por último, as famílias com renda anual

de até R$78 mil, podem construir a casa própria e após o término da obra, contam com 7 a 10 anos para pagar.

Requisitos do Casa Verde e Amarela

O Casa Verde e Amarela possui diversos requisitos que precisam ser preenchidos pelas famílias interessadas em participar, sendo o principal deles o requisito de renda. É através da renda familiar que o governo pode identificar as famílias mais necessitadas e definir melhores condições para atender a esse público.

O programa conta com grupos de renda para que as famílias possam se encaixar e aproveitar condições pré-definidas. Os grupos de renda são os seguintes:

– Grupo 1: famílias com renda mensal de até R$2 mil ou de até R$2,6 mil para famílias do Norte e Nordeste;

– Grupo 2: famílias com renda mensal de até R$4 mil;

– Grupo 3: famílias com renda mensal de até R$7 mil.

Além do requisito de renda, as famílias também devem atender a outras exigências, como não possuir nenhum outro imóvel registrado em seu nome. A não ser na nova iniciativa de reforma habitacional, voltada para quem já possui um imóvel. As famílias do grupo 1 também devem estar cadastradas no CadÚnico, preferencialmente.

Condições do financiamento

As condições do financiamento habitacional são ótimas e como já mencionamos, variam conforme a renda da sua família. As famílias do grupo 1 contam com as melhores condições, arcando com parcelas que não podem consumir mais do que 30% da sua renda mensal e tendo até 120 meses para pagar. Os juros também são menores para esse grupo e nesse ano todas as taxas terão uma redução de 0,5 percentual.

O grupo 3 não conta com subsídios, afinal é o que possui uma renda maior. Essas famílias podem financiar ainda contando com outras condições que devem ser conferidas diretamente em uma agência da Caixa.

Como contratar o financiamento em 2021

O financiamento habitacional em 2021 está prometendo muito e as expectativas da Caixa Econômica para as contratações está muito grande. O novo programa entrou em vigor no início do ano, por isso o governo e os municípios estão se preparando e ajustando os últimos detalhes para dar início às contratações e às construções dos empreendimentos.

Em breve, as prefeituras municipais vão abrir o cadastro para as famílias interessadas em participar do sorteio. Aquelas famílias que podem contratar direto pela Caixa, já podem começar a pesquisar o imóvel de sua preferência. Depois disso, só precisam reunir os seus documentos e ir até a agência mais próxima.

Nesse ano, uma das formas de contratar o financiamento também será pelo Feirão da Caixa que, como no ano passado, provavelmente será digital. O bom do evento é que ele conta com melhores condições e ainda mais benefícios, além de muitos imóveis que se enquadram nos parâmetros do programa e podem ser financiados.

Escreva um Comentário